domingo, 25 de junho de 2017

Os cuidadores de pessoas com Doença Celíaca enfrentam grande carga emocional

14 de junho de 2017
Por Van Waffle

Tradução: Google / Adaptação: Raquel Benati



Os cuidadores de pessoas celíacas, ou membros da família que cuidam de pacientes com doença celíaca, enfrentam um grande fardo emocional. Uma pesquisa de registros nacionais de saúde da Suécia descobriu que os cuidadores têm maior risco de depressão (11%)  e   grande risco de ansiedade (7%).

O estudo identificou 29.096 pacientes celíacos e 41.753 parentes de primeiro grau no registro. Concentrou-se principalmente em 27.698 cuidadores de alto risco: pais de crianças diagnosticadas ou cônjuges de pessoas diagnosticadas durante a idade adulta. O grupo de alto risco foi comparado com 144.293 pais e cônjuges de cuidados semelhantes para pessoas no registro de saúde que não eram celíacos.

O aumento do risco de ansiedade e depressão ocorreu principalmente alguns anos antes do diagnóstico e 4 a 8 anos após o diagnóstico. Os autores especulam que o primeiro pico pode coincidir com o início dos sintomas e a investigação inicial para determinar o problema, seguido pelo alívio de ter um diagnóstico. O segundo pico pode refletir preocupações sobre complicações de saúde relacionadas a longo prazo.

Estudos anteriores sugeriram que a doença celíaca pode prejudicar a vida sexual dos pacientes e seus parceiros, com base em entrevistas com pequenos grupos de pacientes. O estudo de registro nacional não conseguiu coletar mais informações sobre esse ponto. Além disso, não conseguiu determinar se os sintomas reduzidos ou o tratamento efetivo de uma dieta sem glúten influenciavam o peso sobre os membros da família. No entanto, fornece evidências mais fortes de uma carga geral para os cuidadores, porque é baseada em uma grande população com uma ampla gama de características, como a renda familiar.

Os autores aconselham os pais e os cônjuges de celíacos a levar em consideração isso e envolver toda a família no apoio a pessoas com doença celíaca. 

Pesquisadores dos Estados Unidos, Reino Unido, Suécia e Noruega contribuíram para este estudo.

Ludvigsson JF, Roy A, Lebwohl B, Green PH and Emilsson L, “Anxiety and depression in caregivers of individuals with celiac disease—a population-based study,” Digestive and Liver Disease, Nov 16 2016, doi:10.1016/j.dld.2016.11.006 [Epub ahead of print].


Van Waffle possui bacharelado em biologia e vive em Waterloo, Ontário, Canadá. 
Ele é editor de pesquisa para vida livre de glúten. Ele tem blogs sobre a natureza, jardinagem e comida local em vanwaffle.com.


Texto original:

Um comentário: